Projeto Sidarta (jovens)

Sidarta é um projeto de caminhadas na natureza, desenvolvido especialmente para jovens entre 15 e 21 anos.

trekking jovens

A proposta é caminhar por 4 dias nas montanhas da Serra da Mantiqueira, trilhando caminhos de descoberta do mundo e de si mesmo (autoconhecimento). É também uma oportunidade de compartilhar questões, anseios, dúvidas, etc. e viver uma aventura, experimentando o exercício de autodeterminação e confiança que uma caminhada exige.

 

A ideia do projeto Sidarta nasceu em salas de aula do Ensino Médio, a partir da percepção das dificuldades existenciais por que passam muitos jovens, muitas vezes sem encontrar um espaço adequado para trocas, gerando muita insegurança. O Sidarta propõe a criação desse espaço com uma vivência inusitada, onde o jovem poderá se perceber como alguém capaz de escolher o próprio caminho sem tanta angústia. O projeto também visa oferecer uma perspectiva mais positiva para o jovem, em relação a si mesmo e ao mundo.

jovens na montanha

Sidarta quer dizer “aquele que atinge seus objetivos”

Método de trabalho:

1 – Logística: antes de cada caminhada é feita uma reunião preparatória (presencial ou por Skype) onde são apresentadas as características da viagem, os equipamentos necessários, divisão de tarefas, elaboração de cardápio, questões de transporte, divisão de barracas, etc.

2 – Preparação individual

Corpo: os jovens são convidados a se prepararem fisicamente para a caminhada, que é bem exigente e são apresentadas sugestões de preparo físico.

Alma: na véspera da viagem os jovens são orientados a refletir sobre questões específicas e suas reflexões deverão ser anotadas e levadas montanha acima. Durante a expedição serão abordadas e debatidas questões como: caminho individual x massificação, ampliação da zona de conforto, o mito do “sucesso”, busca de ideais, sexualidade, etc. À noite os jovens são convidados a compartilhar com o grupo algumas das suas reflexões individuais previamente escritas. A partir dessas conversas buscaremos um novo olhar sobre questões angustiantes e as respostas serão buscadas na inteligência corporal, na coragem e na força desenvolvidas durante todo o processo da expedição.

 

Leia mais sobre as caminhadas pedagógicas (clique aqui)

Clique aqui para acessar o texto de apresentação aos jovens

 

“Sidarta Gautama descobriu o que os Budistas chamaram de o Caminho do Meio, o caminho para a moderação, afastado dos extremismos da autoindulgência e da automortificação”

Buda

 

 

“Como podes achar teu próprio caminho se estas sempre a fazer aquilo que dizem ser o teu dever?” Joseph Campbell

 

O projeto é conduzido por Lorenzo Bagini, que foi professor waldorf por 12 anos (Escola Waldorf São Paulo) e conta com vasta experiência em roteiros de aventura e caminhadas pedagógicas.

 

Datas e valores

Data Valor Reservas e informações
28 a 31 de julho R$ 648,00 (em 2 x 324,00)

Em andamento (vagas limitadas)

Obs.: pedidos de bolsa podem ser analisados. Entre em contato.

Inclui: reuniões preparatórias e assistência pré-caminhada (on line + telefone) para os jovens e também para os pais, guia/orientador do projeto, guia auxiliar (dependendo do grupo), alimentação completa durante a trilha, equipamentos de acampamento, transporte local até a trilha e seguro.

Não inclui: transporte até a Serra da Mantiquera (Passa Quatro, MG ou Piquete, SP – a combinar nas reuniões preparatórias).

 

Reservas e informações aqui!

 

Clique aqui para acessar o texto de apresentação aos jovens

Comentários

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial